terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

4 Tipos de Milagres - Yehuda Berg

Você sabe que existem quatro tipos específicos de milagres que pode criar? Estes são importantes para entendermos.

1. Milagre de ação positiva
Este tipo de milagre acrescenta uma dimensão positiva à sua vida. Se você recebe um aumento de ordenado inesperado ou encontra o homem ou a mulher dos seus sonhos, esses milagres aumentam a qualidade do dia-a-dia de sua vida física. A chave para trazer milagres de ações positivas para a sua vida é ver todos os acontecimentos como oportunidades em vez de obstáculos. Você deseja essas oportunidades, porque oferecem-lhe a oportunidade de transcender a sua natureza.
Como?
Obstáculos desencadeiam reações dentro de você. Você se preocupa. Você fica triste. Você se stressa. Você se lamenta. Se você continuar a fazer isso pode apostar o seu último dólar que os milagres não vão vim em sua direção. De qualquer maneira, se resistir ao desejo de reagir a um obstáculo, e se você o ver por aquilo que ele realmente é - a oportunidade de ir acima da sua natureza instintiva - um milagre de igual proporção estará a caminho para você. Não se iluda. Esta é a forma como as coisas realmente funcionam.

2. Milagre de remoção
Este tipo de milagre retira os elementos negativos da sua vida. Exemplos que incluem ser curado de uma doença grave, ter um inimigo perigoso e de repente ele se afasta para uma nova cidade (ou melhor ainda, para um novo país!), ou entra dinheiro inesperado para remover todas as suas dívidas. Estes são todos milagres de remoção. A chave para a efetuar os milagres de remoção, é ver a dor do passado que você sente agora. Quer seja física, mental, financeira ou de natureza espiritual, o que lhe causa dor também faz com que você reaja a isso. Neste cenário, as suas reações podem incluir auto-piedade, sentindo-se como uma vítima, ou sentindo pena de si mesmo. Esse tipo de comportamento "natural” mantém as leis naturais do universo, o status quo. Quando você aceita a responsabilidade da sua dor, e percebe que ela é o retorno do seu comportamento rude - nesta vida ou numa vida passada - você ativa o poder dos milagres.

3. Milagre de evitar
Este é um dos milagres mais difíceis de reconhecer, porque envolve saber o que não aconteceu com você. Chegar atrasado ao World Trade Center no 11 de Setembro seria um exemplo dramático, mas muitos outros milagres de evitar acontecem a todo o tempo. A maioria deles é invisível. Suponha que você descobre que um amigo o insultou pelas costas. Você tem boas razões para arrasar essa pessoa. Mas, até ao fim deste artigo você decide resistir ao desejo de vingança. Você erguer-se acima das emoções e da dor, e você trata o seu amigo com dignidade e gentileza. Você percebe que foi apenas a lei da causa e efeito a “jogar”, porque provavelmente feriu este amigo de outra forma, em algum momento anterior. Adivinhe? Você tem agora um milagre que vem no seu caminho, a flutuar do reino dos 99%. Uma semana depois, você está dirigindo para o trabalho. Um carro está destinado a bater em você quando atravessar um cruzamento especial depois do farol ficar verde. A energia do milagre envolve-o enquanto espera no farol vermelho naquele fatídico cruzamento. De repente, você decidi mudar a estação da rádio e procura uma música melhor. Quando olha para baixo para mudar a estação, não percebe que o farol acabou de ficar verde. Poucos segundos passam até você mudar o rádio. De repente, o carro que supostamente ia bater em você atravessa o cruzamento. Enquanto isso, você encontra uma grande música no rádio, e agora olha para cima, e vê o farol verde e dirige com segurança para o trabalho - sem nunca saber o quanto esteve perto do desastre.

4. Milagre progressivo
De certa forma, este é o tipo de milagre menos dramático, mas é tão importante quanto qualquer um dos outros. Como a maioria das pessoas, você provavelmente trabalha em direção a objectivos que realmente deseja alcançar na sua vida, este processo pode demorar anos ou mesmo décadas. Encontrar um cônjuge, a construção de uma casa, ter dinheiro suficiente para viajar, ou se tornar um ator ou cantor de sucesso, são exemplos. Este milagre progressivo ocorre quando algo que deveria ter tido à muito tempo, mas ainda não tem. Um dia, ele só se apresenta, sob a forma de amor à primeira vista, um vendedor ansioso, uma grande oportunidade de negócio, ou um telefonema inesperado que o impulsiona para o centro do palco. Isto não é apenas sorte ou boa fortuna. Você fez isso acontecer cada vez que superou o seu ego e optou por ser proativo em vez de reagir. Você sabe que é responsável pela produção de todos os milagres na sua vida, e esta é a maneira que Deus quer. Como gradualmente transforma a sua natureza, passo a passo, você gradualmente liberta o poder de realizar milagres. Acontece medida por medida. O seu grau de transformação pessoal interno corresponde diretamente ao nível da sua capacidade de fazer milagres. Se você não está a atrair os milagres, é porque é a mesma pessoa que era à 10, 20 ou 50 anos atrás. No entanto, o próprio ato de ler estas palavras, começa o processo de mudança em movimento.

AS FÓRMULAS PARA FAZER MILAGRE:

FAZER MILAGRES COM CARIDADE
Cabalisticamente nos encontramos numa época das mais poderosas para criar milagres. Isso não quer dizer que se supõe que os milagres ocorram agora. Significa que agora é o momento para fazer com que eles aconteçam. Então nos próximos dias, exploraremos as técnicas para fazer milagres, as quais podem encontrar explicadas em maiores detalhes em meu livro “Deus Não Faz Milagres, Você o faz.” Anote.
Por definição, caridade é uma ação de dar ou doar a aqueles que estão necessitados. Caridade dentro da Cabala é também aquilo que muda o destino. Doar, seja seu tempo, dinheiro, esforço, sabedoria ou posses, é uma forma poderosa de acender a Luz. Quanto mais difícil seja a ação de compartilhar – em outras palavras, quanto maior o esforço (seu) – maior é a revelação de Luz e, portanto, maior será o milagre. Seja caridoso. Mas em vez de fazê-lo devido a este email, faça porque você quer despertar a energia dos milagres em sua vida para o ano inteiro.

FAZENDO MILAGRES COM A INCOMODIDADE
Numa lâmpada, a voltagem está determinada pela resistência do filamento. Quanto mais alta a voltagem, mais brilhará a lâmpada. Em nossas vidas, o grau em que estamos conectados com a Força da Luz do Criador está determinado pela resistência que fazemos contra nossa própria natureza. Quanto maior a resistência, maior é o brilho da força da Luz em nossas vidas!
Sair da sua zona de conforto é uma grande forma de criar milagres.

A seguir, algumas formas “fáceis” de você se sentir incomodo:
Escolha o desafio em vez da rota fácil
Não busque a aprovação ou reconhecimento em nada
Deixe ir a necessidade de ter a razão
Faça o contrário do que normalmente faz
Sinta-se incomodo. Mas, em vez de se preparar para a tortura, prepara-se para os milagres!

CRIANDO MILAGRES COM O ENTUSIASMO
Se um anjo viesse até você em seus sonhos esta noite, e te dissesse que quando acordasse você ia experimentar um milagre, como você se comportaria no dia seguinte?
Com entusiasmo, esperança e alegria, não é verdade?
Os Cabalistas explicam que é precisamente nosso entusiasmo, esperança e alegria o que ativa os milagres em nossas vidas. Quando sabemos que vem, isso alinha o caminho para eles!
Nossa certeza de que eles (os milagres) estão vindo é realmente o que o faz virem para nossas vidas! Sinta-se entusiasmado. Saiba que tem milagres vindo para você por aí.

CRIANDO MILAGRES COM A RESPONSABILIDADE
Existe um principio fundamental da Cabala que indica que nós somos os criadores de nossa própria realidade. Assim que na medida que assumimos a responsabilidade pelos obstáculos e desafios com que nos enfrentamos, devemos também ser responsável pelos milagres e maravilhas que criamos em nossas vidas. Portanto, parte da fórmula dos milagres é saber que isto começa comigo. Enquanto que a Força da Luz do Criador é a origem de todas as bênçãos em minha vida, eu sou o catalisador, o canal, o condutor através do qual esses milagres se realizam. Seja proativo. Pergunte a si mesmo: “Estou me comportando de forma apropriada para criar e trazer os milagres?” Se a resposta for não, comece agora mesmo. Mas, qualquer que seja a resposta, seja sim ou não, o poder dos milagres é nosso até terça-feira a noite. Siga a formula das Sintonias dos últimos dias, e felicidades criando milagres!

CADA MOMENTO É UM MILAGRE
Dediquemos um tempo para reconhecer os abundantes milagres em nossas vidas. Existem infinitos milagres: o sincronismo do corpo, os planetas e as estrelas, o amor entre as pessoas e tantas outras coisas mais!
Enquanto você enumera os milagres de sua vida, também pode pegar um momento para pedir por outros milagres. Apreciação é a chave para abrir uma maior abundância dos milagres em todas as áreas de sua vida. Vamos mais uma vez relembrar da fórmula dos milagres:
Caridade
Responsabilidade
Entusiasmo
Incomodo
Apreciação
A primeira letra de cada uma das cinco fórmulas para milagres formam a palavra:
“C. R. E. I. A”. CREIA que você pode fazer milagres!

O Caminho Infinito - Joel S. Goldsmith

Os pensamentos a seguir foram extraídos do capítulo X do livro “O CAMINHO INFINITO” – Buscando a Iluminação Espiritual - do místico Joel S. Goldsmith, que, como ricas jóias do universo da reflexão, pode nos conduzir a estados superiores de Consciência rumo à nossa “busca” da Verdade. Através da Meditação. Através de nosso Silêncio Interior, através do contato com nossa verdadeira Essência, portanto com Deus.

Joel Goldsmith é considerado o mais respeitado místico ocidental do século XX. Fundou, nos Estados Unidos, um movimento espiritual denominado “O Caminho Infinito”. Sua mensagem expandiu-se para vários países da Europa e América Latina. No Brasil, seus livros são lidos e estudados por grande número de leitores e seguidores. O Caminho Infinito é o único livro propriamente escrito por Goldsmith. As demais obras, certa de 30, foram “tiradas” de suas palestras, conferências e cartas mensais. Como curador espiritual, Goldsmith percorreu, a pedido de seus pacientes, o mundo inteiro. Nunca aceitava pagamento pelas curas que realizava.
Sua mensagem central é: Homem, Conscientiza a presença infinita de Deus em ti mesmo.

Sabedorias do Caminho infinito. Comece a sua vida espiritual por compreender que todos os conflitos devem ser apaziguados dentro da sua consciência. Nunca existe um conflito com uma pessoa ou condição, e sim com o falso conceito mentalmente mantido acerca de uma pessoa, coisa, circunstância ou condição. Por isso, faça a correção dentro de você mesmo, no lugar de tentar mudar alguém ou algo externo. Reconheça a Deus como substância, lei, causa e atividade de tudo o que é, e deixe, logo a seguir, de se imiscuir física ou psiquicamente com o mundo externo. Volte-se para dentro de si mesmo, e resolva aí todas as aparências. Quando vivemos a partir do centro do nosso Ser, os pensamentos, as opiniões, as leis é as teorias do mundo não nos afetam. Nada nos atinge, pois nós não reagimos ao mundo das aparências.

Na vida espiritual, não colocamos rótulos sobre o mundo. Não julgamos como bom ou mau,doente ou sadio, rico ou pobre. Enquanto as aparências possam mostrar harmonia ou discórdia, pelo não julgamento, meramente reconhecemos, deixando que o que É verdadeiramente defina a si mesmo.
Viver espiritualmente é saber que tudo É; não dê nomes, rótulos, definições, nem julgue aquilo que é. Contente-se em saber que É, e deixe que aquilo que É lhe revele seu Ser, sua natureza e caráter. A oração é a visão interior da harmonia. Esta visão é obtida pela renúncia ao desejo de mudar ou de melhorar alguém ou alguma coisa. Nunca busque na oração alguma coisa ou situação. Deixe que a harmonia se defina e se revele por si. Que tua oração seja um deixar o que É se revelar. A oração é uma percepção daquilo que É, apenas "vendo-o" como é, e não fazendo-o ser.
Orar é conscientizar a harmonia sem esforço mental de nossa parte. Orar é ausência de desejos no reconhecimento do que É. A sabedoria espiritual revela a nascente profunda, fresca e clara do contentamento dentro de nós, através do nosso reconhecimento daquilo que É. Tenha certeza de que sua oração não seja uma tentativa de influenciar Deus. Tenha certeza de que sua oração não seja um desejo de melhorar o universo de Deus. Esteja em paz: Deus É. Repouse na fonte clara e profunda de contentamento dentro de você. A Paz já É.

Não alimente desejos no mundo. Deixe que a Graça de Deus lhe baste. Não há nenhum poder do mal externo a nós. As discórdias não têm existência externa, objetiva. Resolva isso dentro de sua própria consciência. Por que gritam os pagãos, e as pessoas imaginam coisas vãs?
Há no homem uma visão espiritual que tudo vê através das aparências. Esteja em paz. A visão de Daniel revelou quatro reinos temporais destruídos por uma pedra "arrancada da montanha sem auxílio das mãos". Quando "vir" esta pedra sendo retirada da montanha "sem as mãos", poderá observar que ela é a Palavra. A Consciência, a percepção daquilo que É, é a "pedra", que tudo vence, sem poder ou força, mas pela graça que É. Esteja em paz. Apenas o que É vence o mundo.

A água fresca e clara da fonte interior do contentamento nos refresca com a certeza de que a alegria já É. "Paz sê quieto." Leve as discórdias para a fonte do contentamento; lave-as e observe — a graça de Deus! "Eu vos dou a minha paz." Não temas: "Sou EU". Não há limites externos ao teu ser. Sê livre. Esteja satisfeito com aquilo que é. Demora-te na profunda fonte do contentamento. EU SOU. É. Se puderes descobrir alguma forma de oração, de meditação ou de pensamento que cure, que enriqueça ou abençoe, terás feito com que um efeito se torne Deus. Impossível! Só Deus é Deus!
Se puderes encontrar algo ou um pensamento ao qual se apegar — mesmo assim um efeito seria Deus.

Impossível. É impossível conscientizar Deus enquanto tivermos em mente um "propósito" ou um "objeto" outro que não o próprio Deus. É impossível alcançar qualquer coisa através de Deus enquanto tivermos o desejo de encontrá-la. Deus é um Deus ciumento. Não procures Deus no reino do pensamento ou das coisas. Tudo o que pode ser conhecido é efeito — nunca Deus. Pare de tentar. O homem, julgando pelos padrões humanos, se queixa de que a prece não é atendida. Para se beneficiar da prece precisa se desfazer de todos os conceitos pessoais de bem. Não tente acomodar a oração atendida aos moldes dos desejos humanos. A verdade é infinita; por isso não pode ser conhecida por termos finitos. Vai a Deus como um vaso vazio, desejando preenchimento segundo as medidas e maneiras de Deus. Deus não está no cenário humano. Se você estiver cônscio do significado desta afirmação, poderá dar a própria vida e ressuscitá-la à vontade. A vida não está na dependência da matéria. Deus não é poder. Quando alcançamos o centro da Consciência, encontramos uma completa tranqüilidade — uma fonte profunda do Silêncio. Não é poder, pois não há nada contra que ser posto à prova ou a superar: Ele simplesmente É. A conscientização de Deus não produz harmonia. A presença de Deus é a harmonia. O único erro é o sentimento da ausência de Deus. A conscientização de Deus não desfaz o erro — Deus mesmo é a única harmonia. Ninguém pode revelar Deus a outrem, mas revelando a natureza da prece, colocamos o outro na condição de ter a experiência de Deus, e esta só pode ocorrer pela correta compreensão da oração, que é o ponto de contato com Deus; a oração é o caminho para a revelação de Deus, é a preparação da consciência para a experiência de Deus. Buscar a orientação de Deus neste estágio do nosso desenvolvimento definiria um sentido de separação de Deus: daria a idéia de Deus e alguém necessitado de ajuda, direção e sabedoria. Na realidade, precisamos deixar que Deus seja nossa vida — e então Ele vive, desempenha e age, e É nosso próprio ser.
Nos dias iniciais de nossas meditações, contemplamos e ponderamos sobre Deus, sobre as qualidades e a natureza de Deus como nós O compreendíamos. À medida que elevamos nossa consciência, aprendemos que qualquer idéia que pudéssemos ter de Deus não era Deus. Entramos, então, na quietude mental que conduz ao profundo silêncio da Minha Paz — e experienciamos Deus.
Em nossos dias de estudantes, buscávamos Deus, ou a Verdade, como um meio de obter a cura, a paz, a segurança e a harmonia. Hoje sabemos que tudo isso não pode ser encontrado fora d'Ele, e que a experiência de Deus é nosso único desejo. Atualmente estamos acima do desejo de saúde e dos demais, salvo apenas o d'Ele. Todos temos de estar acima do desejo de saúde, paz, alegria e abundância. "Pois que a vida eterna é esta: que eles possam conhecer a Ti como o único e verdadeiro Deus."

Perseguir as coisas boas, tais como os prazeres, coisas e lugares, para deles nos regozijarmos, é a barreira ao desenvolvimento espiritual. A busca única pela realização de Deus faz com que o prazer, coisas e lugares de regozijo venham naturalmente até nós. Então, nosso prazer se torna maior pela conscientização da Fonte de tudo. Na oração, palavras e pensamentos são úteis enquanto nos levam a uma atmosfera de verdadeira comunhão, que é, porém, sem palavras ou pensamentos. Quando a oração se constitui apenas de palavras e pensamentos, estes se tornam uma barreira à obtenção da conscientização de Deus. Não se deixe enganar, eis o segredo: preencha sua consciência com a palavra de Deus; ouça-a; leia-a; pondere e medite sobre ela. Isto amadurece e enriquece a consciência, e esta, agora mais profunda e mais pura, se transforma em causa, lei, substância e ação de nossa vida. Esta consciência enobrecida, que evolveu pelo estudo, pela prática e meditação, alcança a comunhão consciente com Deus e o profundo silêncio da Minha Paz. Somos então elevados ao reino de uma atmosfera que transcende palavras e pensamentos. A mera leitura da verdade é simplesmente a aquisição de conhecimento intelectual, e não um enriquecimento e aprofundamento da consciência. É o aprofundamento e o enriquecimento da consciência que é o Cristo em nossa experiência. Não vivemos no plano mortal de consciência onde o mal pode acontecer. Deus não está ao alcance ou no reino da mente e do pensamento. Devemos transcender a mente e o pensamento para alcançar Deus. Qualquer resposta em um nível inferior ao da pura consciência, se origina do nosso ego humano e não do nosso Eu.
Oh discípulos! Não buscai e nem lutai por riquezas celestiais na consciência humana. Esperai! Esperai! Buscai um nível de consciência mais alto: Ali, os tesouros do Pai são abundantes como o ar.
É um erro acreditar que as orações e o desejo humano possam colocar Deus a nosso favor. Deve haver uma elevação de consciência até que seja alcançada Sua presença — e ali descansarmos. Ali na verdade está o perene repouso dos cuidados, preocupações, dúvidas e medos. Os estudantes estão muitas vezes preocupados que sua felicidade, paz e harmonia não sejam completas, e que eles podem trazer mais benefícios aos outros do que a si mesmos. Isso traz a eles, com freqüência, dúvidas e temores: dúvida de que Deus esteja mesmo com eles e medo de que uma sensação de separação de Deus possa prendê-los permanentemente. Estas coisas acontecem apenas para que o estudante nunca seja tentado a glorificar a si mesmo, ou que tenha orgulho de seu entendimento. Eu sou persistente. É impossível manter um estado de consciência não alcançado. Assumir um estado de consciência não alcançado é coisa mundana. A Consciência vive por si mesma. Nós não a vivemos. Afasta-te da consciência pessoal tão rápido quanto possas. Deixe o "ego" morrer. Mesmo na metafísica e na prática espiritual, o enfoque tem sido "mais e maiores peixes na rede", em vez de "deixe suas redes e siga-Me". Não há tal coisa como "minha harmonia", "minha saúde", ou "meu suprimento". Sua paz ultrapassa todo entendimento. Sua graça é suficiente. Felicidade ou infelicidade na humana existência — que importância tem? Felicidade é algo do conhecimento do Espírito. Humanamente, paz ou não paz — que importância tem? Paz é algo do conhecimento da alma. Saúde corporal ou falta dela — que importância tem? — A saúde é algo do conhecimento de Deus. Riqueza ou pobreza — que importância tem? A riqueza deve ser produto do amor e algo do conhecimento do amor. Das profundezas do desespero quanto às coisas do mundo, aprendamos isto: busca o teu bem em Deus. Tenho lhe dito o verdadeiro segredo da vida: Deus não está com os mortais. Tome isto como princípio. Quando o castelo de cartas do estudante espiritual cai, ele já está perto de "uma casa não feita por mãos, eterna nos céus". Estudante espiritual! Regozija-te com o ruir do edifício exterior, pois o Templo interior te será revelado. A mente do indivíduo que busca ajuda é a Cristo-mente — esperando ser reconhecida. O homem que tem o seu ser "no Cristo" encontra sua capacidade e habilidade na Alma — não no cérebro, no corpo ou nos músculos. Toda atividade orgânica e toda função do corpo são atividades da Alma, aparecendo como ação corporal. Toda habilidade, todo talento ou capacidade da mente são de fato ações da Alma que se faz tangível. Vivemos n'Ele. Só n'Ele encontramos nossa completeza e perfeição. Separados d'Ele somos como árvores arrancadas do solo — como ondas separadas do mar. O suprimento não pode ser limitado, pois a Alma é sua origem e infinitude. A Alma é a substância, a natureza, ação e lei de todas as formas, e nunca está separada da forma.
"Nem a circuncisão nem a não circuncisão são úteis" (Gálatas 5:2-4; 6:15). Esta é a Senda do Meio do Caminho do Infinito. Uma vez que a impecabilidade é o oposto do pecado, ela não é este. Uma vez que a saúde é o oposto da doença, esta não é aquela. E isto também é a Senda do Meio.
Alcançamos a crucificação do ego quando nada resta que se possa pedir na prece.

Na vida daquele que se desenvolve no caminho espiritual surgem experiências conflitantes da vida humana até que seja conseguida por completo a transição "deste mundo". O desejo seria evitar ou escapar destas desarmonias da mente, do corpo ou dos negócios, mas isto não pode ser feito, pois tais discórdias resultam apenas da luta entre o Espírito e "a carne", isto é, entre a consciência espiritual e o sentido material. Para os que estão no caminho, a harmonia nas coisas humanas é muitas vezes uma falta de despertar espiritual; e, portanto, quando a luta pela superação "deste mundo" está em curso, o iniciado deve ficar o mais quieto possível nas circunstâncias adversas, cuidando de abster-se da luta contra condições de erro e, tanto quanto possível, "deixar" que a guerra se vá, até que chegue o momento da transição. Quando a tua busca espiritual é sincera, a ruptura do teu mundo material — a deserção dos amigos, dos discípulos ou da família, uma mudança na saúde ou outra ação exterior — são com freqüência coisas que levam à transição espiritual, ou ao renascimento. Com isso terás conseguido o que buscavas. Ocorre um tremendo movimento quando o iniciado discerne a diferença entre a harmonia física e a completação espiritual. Recolhe-te com freqüência ao centro do teu Ser, meu Filho. Deixe que o divino Amor te envolva; esteja em paz, na "Minha paz". Aqui chegaste à grande experiência: a compreensão e a obtenção da Minha paz, do Meu vinho, do Meu pão — a Substância invisível e infinita, Lei e Causa.
Ó minha criança! a bênção que lhe pertence como a Minha paz desce sobre você, te envolve e te sustenta!
Sabemos agora o significado das palavras "Nunca te deixarei, nem te abandonarei". Sabemos agora que o repouso é encontrado no Espírito — e repouso que as harmonias "deste mundo" são incapazes de nos dar. "Paz, paz, esteja tranqüilo."

Papai Noel Deus! O motivo de todo desejo ser pecado é que o desejo se funda no conceito de um Deus que dá ou retém. O desejo também se baseia na aceitação da idéia de que algo, alguém ou algum lugar possa não ser Deus. Uma vez que só Deus É, e é onipresença, a oração, a verdadeira prece, é um estado de consciência, uma comunhão consciente em união. Estive imerso em desgosto — tão profundo que por dentro me senti despedaçado — e, estupefato, perguntei: "Por que, Senhor, por quê?". Da profundeza de minha dor veio-me a resposta: é a incapacidade do mundo de receber e seguir o Cristo; é Sua rejeição por parte daqueles que esperávamos tivessem o dom da visão; é a escuridão e a crassa ignorância do pensamento humano. E tudo isso — esta rejeição e esta opacidade — recai sobre mim. Dai-me a Graça de elevar-me acima deste sofrimento. A Luz brilha. A Palavra revela que, quando as pedras de tropeço já não são necessárias, elas são removidas. Nós não precisamos removê-las, mudá-las ou empurrá-las — elas serão removidas quando não forem mais necessárias. Obrigado, Pai, pelo Amor.

A verdade, como é entendida e descrita, não é a Verdade, exceto "em Deus". Quando alcançamos a conscientização da vida em Deus, aí somos de fato divinos, espirituais e governados por Deus.
A verdade espiritual não é válida para o que é humano, mas para o Espírito e para seu universo. O estado humano é como uma hipnose, e só quando esta ilusão se desfaz é que temos a vida em Deus. Só podemos alcançar a compreensão da perfeição, da totalidade, e da unidade "em Deus".
Só atingimos nosso alvo quando abandonamos todos os conceitos de Verdade, e isso só se dá com a Graça. Despindo todos os conceitos sobre Vida, Verdade e Amor, estaremos "em Deus". A vida além do túmulo não tem relação alguma com a imortalidade; seria apenas a sobrevivência da personalidade. E esta personalidade morre — ela deve morrer, quer deste como do outro lado do túmulo — para que a imortalidade possa ser atingida. O Eu imortal é sempre presente, mesmo que esteja revestido pela personalidade, e é revelado e vivido só na proporção em que a personalidade, ou o ego humano, desaparece. Nós continuamos preocupados com o nosso bem pessoal — segurança, saúde ou paz de espírito — e isso é o que deve "morrer todos os dias", para que possamos "renascer pelo Espírito", com a conscientização da imortalidade aqui e agora.

A prece não é uma atividade da mente humana. Todas as tentativas de contatar Deus através da mente ou do intelecto falharam, e sempre falharão. Deus só pode ser conhecido pela Alma, através das faculdades da Alma. A oração que brota do intelecto só pode dar frutos na medida de nossa crença naquele tipo de prece. A fé em um "Deus desconhecido" só traz a harmonia de uma crença cega. Deus deve ser conhecido e compreendido através da Alma. Para um estudante adiantado: "Tu já chegaste ao lugar de onde se conhece toda a verdade que pode ser conhecida, compreendida ou humanamente aceita. Deves agora atingir um ponto mais alto para que a Verdade te se revele pelos meios espirituais — sem os meios de comunicação humanos". Por que Almas avançadas, e mesmo praticantes e mestres, experimentam ainda doenças e outros problemas? A consciência mortal ou material que ainda reste neles, em qualquer nível, se manifesta. Não há consciência sem expressão, e mesmo o menor resquício de consciência humana que restar se expressará como a humana dicotomia de bem e mal. Esta é a lei. Ambos ali ficam, lado a lado, e, à medida que se desenvolve a consciência espiritual, cada vez mais é desarraigado o sentido material. Mesmo a Ressurreição nos traz um sentido material do corpo, com todas as marcas do erro humano. A pura espiritualidade é revelada na Ascensão. Pelo caminho espiritual, muitos chegam a lugares áridos — desertos, inóspitos — e crêem que foram abandonados por Deus. E, com freqüência, parece mesmo que o Cristo os abandonou. E é nesse momento que o buscador espiritual deve se lembrar daquilo que ainda não alcançou, que aquilo que pensava ser a plena realização da Verdade, o Cristo ou Deus, não era ainda a plenitude do Espírito. Esta experiência de deserto revela que ele deve continuar no seu esforço, pois que a Luz, quando se mostrar em sua plenitude, lhe dirá "nunca te deixarei, nem te abandonarei". Lembremos de que tais discórdias e desarmonias são aparentes, só têm sentido humano. A visão espiritual vê através — vê a Realidade. A fé não diz respeito ao passado ou ao futuro. A fé é uma atividade que ocorre no presente — agora, só agora!

A fé é uma atividade da consciência, assim como a integridade. A fé está sempre presente em nós, mesmo que, como a integridade, possa estar adormecida. O conhecimento e a aceitação da onipresença da fé como atividade da consciência individual, permite o início de seu fluxo rumo aos efeitos visíveis. A fé é uma qualidade de Deus, não do homem; mas, como qualidade divina, está presente em toda sua plenitude. Não espere que o poder de Deus atue no sonho, mas, antes, que desfaça o sonho. Não busque o contato com Deus para que Ele ajuste, mude ou sane o sonho. A
conscientização ou compreensão de Deus desfaz o sonho. Perceber que estamos agindo em sonho é o começo do despertar. A verdadeira não resistência é a capacidade de não esperar que Deus atue no sonho. Isto não significa que devamos viver sem Deus mas, ao contrário, que tenhamos nossa vida eternamente em Deus. Se abster de procurar a ajuda de Deus é viver na realidade. Não mais buscar a Deus, nem mais procurar Sua ajuda é acordar do sonho para a realidade. Sempre que houver um sentido de necessidade de Deus, estaremos agindo em sonho. Deus não é um poder no sentido de poder sobre o mal, sobre o pecado, a doença e a morte. Deus não é poder em qualquer sentido que envolva luta, isto é, superação e destruição. Deus é vida. Deus é amor. Deus É. Nada, fora disso, é. Só Deus É. Não esteja preocupado com seu relacionamento com as pessoas. Mantenha, conscientemente, sua relação com Deus, e isso cuidará de tudo o mais. Mantenha a percepção de sua relação com Deus sagrada e secreta. Esta relação, mantida no segredo e no silêncio, aparece externamente como relacionamentos humanos harmoniosos. Deus é a ligação entre você e seus irmãos e irmãs das famílias humana, animal, vegetal e mineral. Quando o pensamento divaga sobre pessoas, lugares ou coisas, estamos agindo em sonho. Quando nosso pensamento converge para a contemplação espiritual, cada pessoa, lugar ou coisa se torna deleite espiritual. Os dois grandes Mandamentos são lei cósmica: não terás outro Deus ou outro Poder; amarás o teu próximo como a ti mesmo. Lança o teu pão às águas. "Pois pela força homem nenhum prevalecerá... O Senhor se vingará de seus adversários." As coisas que percebemos com os cinco sentidos são objetos da mente, não têm relação com a Verdade. Todas as aparências são objeto dos sentidos — não de Deus, ou da Verdade. Tudo o que é testemunhado objetivamente deve ser entendido como imagem mental ou como projeção da mente — nunca como realidade espiritual. A realidade é imanente à formação de idéias pelos sentidos, mas só é percebida pela consciência espiritual.
O mundo dos sentidos — a experiência humana — ocorre no tempo e no espaço, e isso em si já exclui que seja de natureza espiritual. O universo do Espírito, da Verdade, de Deus, é uma atividade na eternidade. Assim entendido, nascimento, doença, ou morte nunca ocorreram. Em qualquer caso, quando defrontados com aparências de vida humana — mesmo bons seres humanos ou condições —, lembremos de que isto não é a verdade, mas uma imagem mental no pensamento, sem realidade, lei, substância, causa ou efeito. "Olhemos", pois, mais profundamente dentro da consciência e observemos aquilo que é —eternidade —, mesmo naquilo que se mostra como passado, presente ou futuro.
Se algo ocorre no tempo e no espaço, não o aceite pelo valor da aparência, mas busque mais profundamente no reino da Alma.

12 Sinais do Despertar Divino - Shankara (movie: O Presente)

1. Dores no corpo e sofrimentos, especialmente no pescoço, ombros e costas. Isto é o resultado de intensas mudanças no seu nível de DNA, enquanto a "semente Crística" é despertada interiormente. Isto também passará.

2. Sentimento de profunda tristeza interna sem aparente razão. Você está soltando seu passado (dessa vida e de outras) e isto causa o sentimento de tristeza. Isto é semelhante a mudar-se de uma casa na qual você viveu por muitos, muitos anos para uma nova casa. Por muito que você queira mudar-se para uma nova casa, existe uma tristeza por deixar as memórias para trás, energias e experiências da velha casa. Isto também passará.

3. Chorar sem razão aparente. Semelhante ao item 2 acima. É bom e saudável deixar as lágrimas fluírem. Isto ajuda a soltar a velha energia interna. Isto também passará.

4. Repentina mudança no trabalho ou carreira. Um sintoma muito comum. Como você muda, coisas a sua volta igualmente mudarão. Não se preocupe em achar o emprego "perfeito" ou carreira agora. Isto também passará. Você está em transição e poderá fazer várias mudanças de empregos até se estabelecer em algum que caiba sua paixão.

5. Afastar-se das conexões familiares. Você está conectado com sua família biológica via velho karma. Quando você sai do ciclo kármico, os vínculos das antigas conexões são soltos. Vai parecer que você está afastando-se de sua família e amigos. Isto também passará. Depois de um período de tempo, você pode desenvolver uma nova conexão com eles, se isso for apropriado. Porém, a conexão será baseada na nova energia sem elos kármicos.

6. Padrões de sono pouco comuns. É provável, que você acorde muitas noites entre duas e quatro horas da manhã. Há muito trabalho sendo feito em você, e isso muitas vezes faz você acordar para dar uma respirada. Não se preocupe. Se você não puder voltar a dormir, levante-se e faça alguma coisa. É melhor do que deitar na cama e preocupar-se com coisas humanas. Isto também passará.

7. Sonhos intensos. Nestes podem ser incluídos sonhos de guerra e batalhas, sonhos de caçadas e sonhos com monstros. Você está literalmente soltando a velha energia interna, e estas energias do passado são muitas vezes simbolizadas como guerras, corridas para escapar e o "bicho papão". Isto também passará.

8. Desorientação física. Em tempos você sentirá muito sem chão. Você estará "mudando espacialmente" com a sensação de que você não pode por os dois pés no chão, ou que você está andando entre dois mundos. Conforme sua consciência muda para a nova energia, seu corpo algumas vezes "atrasa-se" e "fica para trás", isto é, ele não acompanha. Gaste mais tempo na natureza para ajudar a aterrar a nova energia interior. Isto também passará.

9. Aumento da "conversa consigo mesmo". Você encontrar-se-á conversando com seu "Eu" mais freqüentemente. Você de repente perceberá que esteve batendo papo com você mesmo pelos últimos 30 minutos. Existe um novo nível de comunicação tomando lugar dentro do seu ser, e você está experimentando a "ponta do iceberg" com a "conversa consigo mesmo". As conversas aumentarão, e se tornarão mais fluídas, mais coerentes e com mais visões interiores. Você não está ficando maluco. Você é apenas Shaumbra movendo-se para a nova energia.

10. Sentimentos de solidão, mesmo quando em companhia de outros. Você pode sentir-se sozinho e longe dos outros. Você pode sentir desejo de evitar grupos e multidão. Como Shaumbra, você está percorrendo um caminho sagrado e solitário. Tanto quanto os sentimentos de solidão causem ansiedade, é difícil, neste tempo, contar sobre isto a outros.Estes sentimentos de solidão estão associados ao fato de seus Guias terem partido. Eles estiveram com você em todas as suas jornadas, em todos os cursos de suas vidas. Era tempo deles se afastarem, assim você ocuparia esse espaço com sua própria divindade. Isto também passará. O vazio interior será ocupado com amor e energia de sua própria consciência Crística.

11. Perda da paixão. Você pode sentir-se totalmente desapaixonado, com pouco ou nenhum desejo de fazer qualquer coisa. Isto está certo, e isto é apenas parte do processo. Pegue este tempo para fazer nada mesmo. Não lute com você mesmo por isso, porque isto também passará. É semelhante a reprogramar um computador. Você precisa fechar por um breve período de tempo para poder carregar com o novo e sofisticado software, ou neste caso, a nova energia da semente Crística.

12. Um profundo desejo de ir para Casa. Esta talvez seja a mais difícil e desafiante de qualquer uma das condições. Você pode experimentar um profundo e irresistível desejo de voltar para Casa. Isto não é um sentimento suicida. Não é baseado numa frustração ou raiva. Você não quer fazer um grande negócio disto ou causar drama para você mesmo ou para outros. Tem uma quieta parte de você que quer ir para Casa. A raiz que origina isto é bastante simples. Você completou seus ciclos kármicos. Você completou seu contrato para esta duração de vida. Você está pronto para começar uma nova vida enquanto ainda está neste corpo físico. Durante este processo de transição você tem lembranças interiores do que é estar do outro lado.

Você está pronto para alistar-se para outra viagem de serviço aqui na Terra?
Você está pronto para um contrato de desafios de mudanças em direção à Nova Energia. Sim, na verdade você pode ir para Casa agora mesmo. Mas, você veio até aqui, e depois de muitas, muitas vidas seria um pouco frustrante ir embora antes de ver o final do filme. Além disso, O Espírito precisa de você aqui para ajudar outros na transição para a nova energia. Eles precisarão de um guia humano, como você, que fez a jornada da velha energia para a nova.
O caminho que você está percorrendo agora fornece as experiências que te habilita a vir a ser um Professor para o Novo Humano Divino. Tão solitária e escura que sua jornada possa ser às vezes. Lembre que você nunca está só.
“Shaumbra” significa Amizade Interior profunda.


Jason acabou de perder o avô bilionário que sempre odiou e estava certo de que não herdaria nada. Mas se enganou: "Red" Stevens (James Garner) deixou 12 tarefas para Jason, ao fim das quais ele será avaliado e, se merecer, terá direito ao que Red chama de "o maior de todos os presentes". Cada uma dessas tarefas tem o objetivo de promover alguma mudança em Jason, mas nenhuma terá tanta força quanto o encontro casual com a pequena Emily (Abigail Breslin). Um filme que todos deveriam assistir para perceberem que há coisas na vida mais importantes do que todas as outras coisas que pensamos ser importantes. Regras, muitas vezes consideradas vãs, são o alicerce para podermos conhecer os verdadeiros bens da vida, como o valor de todas as coisas... o amor, o sorriso, a alegria, a caridade, o dinheiro etc...

Encontro entre anjos encarnados - Osvaldo Shimoda (vídeo: Anne Murray, You Needed Me))

Apesar de existir uma farta literatura sobre os anjos, ainda assim, em se tratando de temas ligados à espiritualidade, desconhecemos muitas coisas. Por isso, é preciso pesquisar, aprofundar mais a respeito desse assunto. A minha pesquisa sobre os anjos teve início quando criei em 2006 a TRE (Terapia Regressiva Evolutiva) - A Terapia do Mentor Espiritual. Foi nas sessões de regressão que os mentores espirituais de alguns pacientes lhes revelaram que eram anjos encarnados. Na ocasião, pela minha ignorância acerca desse assunto, fiquei surpreso, pois não sabia que havia entre nós anjos encarnados que convivem conosco -muitas vezes lado a lado-, podendo até ser um membro de nossa família. Acreditava que os anjos são almas tão evoluídas que não precisavam mais encarnar. Ledo engano!

Em verdade, os anjos são realmente almas evoluídas, mas encarnados nesta vida terrena, são pessoas normais, com seus conflitos, anseios e problemas como qualquer encarnado, sujeitos também às vibrações de dor, medo e ira, próprios do planeta Terra. Porém, diferenciam-se de outros encarnados pela sua pureza de alma. Por conta disso, são muito sensíveis, sentem muito a dor alheia e, por isso, sensibilizam-se com os problemas sociais, talvez muito mais do que a maioria das pessoas. Ficam profundamente incomodados, angustiados com as atrocidades, as mazelas praticadas pelos seres humanos (roubos, estupros, assassinatos, fome, miséria, destruição da natureza, etc.). Portanto, pela pureza de espírito, muitos não conseguem lidar com os problemas terrenos. Se não forem bem orientados, ficam perdidos, confusos, desorientados, por não suportarem a maldade humana. Mas quando bem orientados, retomam o caminho a que vieram nesta jornada, que é o de ajudar o próximo em todas as áreas do saber humano: medicina, ciência e tecnologia, diplomacia, direito, economia, artes, música, etc. Desta forma, são muito úteis à humanidade. Entretanto, na vida amorosa, os anjos encarnados costumam encontrar dificuldades em se relacionar, a não ser que o(a) parceiro(a) seja uma alma afim, um anjo encarnado também.
Mas por que encontram essa dificuldade?
Porque os anjos encarnados são livres, independentes, não suportam se sentirem presos, tolhidos em suas ações. Seu espírito, sua essência é livre, desapegada. Daí a importância de encontrar também um companheiro, uma alma afim, que esteja sintonizado com o seu modo livre de viver.
É o caso de uma paciente - uma alma-anjo encarnada - que procurou a TRE para entender por que não conseguia encontrar um homem que a amasse verdadeiramente, pois não conseguia firmar-se em seus relacionamentos afetivos.

Caso Clínico:
Por que não encontro um homem que me ame verdadeiramente?
Mulher de 40 anos, solteira.
A paciente veio ao meu consultório querendo entender por que não encontrava um homem que a amasse verdadeiramente e que assumisse o relacionamento; por isso, não conseguia ter um relacionamento afetivo duradouro. Sentia-se carente, frustrada, infeliz e, com isso, desenvolveu uma compulsão alimentar como válvula de escape.
Após passar por duas sessões de regressão, na 3ª e última sessão, assim me relatou: "Vejo um jardim muito bonito do plano espiritual, cheio de crianças e de mulheres, tomando conta delas.
No meio das crianças, sai uma menina de três anos, vem em minha direção, pula em meu colo, agarra-se em meu pescoço e diz: - Oi! (pausa).
Ela está agora se transformando, retrocedendo ao útero materno, e estamos ligados pelo cordão umbilical... Sou a mãe dela, mas a vejo como um feto sem vida, morto".
Peço que ela me mostre o que foi que lhe aconteceu.
Agora ela retrocede na minha barriga, no 7º mês de gestação... A minha barriga está saliente, estou desesperada, descabelada, ando na areia de uma praia - é uma vida passada - e entro no mar. Eu me suicidei, vejo o meu corpo boiando na água... Dois seres de luz nos socorrem, resgatam os nossos espíritos, levando-nos para uma luz maior. Estou sorrindo e a menina, minha filha, que está no meu colo, também sorri. Agora estamos bem e penso: aquela vida não deu certo!
Vejo agora uma cena da vida atual, tenho 25 anos, estou grávida de novo dessa menina, mas com muito medo do parto. Passo mal, desmaio, e acabo tendo um aborto espontâneo; a menina sai em espírito, subindo em direção ao céu, e me fala: - Mamãe, não deu certo de novo!
Peço perdão, chorando, por ter sido fraca novamente, e ela me diz: - Não tem problema!
Estamos abraçadas... Agora ela se transforma numa jovem, me abraça e diz que me entende.
Imploro pelo seu perdão, mas ela pede para eu não ficar triste, que ela está bem, num lugar bom. Fala que eu preciso me perdoar, pois ela está bem
. (pausa).
Vejo agora no consultório o meu mentor espiritual se aproximando; ele é bem alto, sua luz é dourada, segura as minhas mãos e fala:
- Nós precisamos de você e de outros anjos encarnados nesse processo de transição do planeta Terra...
Ele joga uma luz azul em meu peito, fala que é para marcar os seres que vão ser protegidos por eles, e para que saibam onde estamos posicionados na Terra. Afirma que a minha missão é salvar o maior número possível de almas. Eu lhe pergunto sobre os seres das trevas que me assediam constantemente. Ele diz: - Você está com uma barreira de proteção; eles até chegam perto de você, mas não podem ultrapassá-la, pois está protegida.

O meu mentor espiritual me esclarece que estou superestimando os seres das trevas, pois a força do bem, do Universo, é muito maior, por isso não se deve dar um peso maior às trevas. Afirma ainda que o meu grande aprendizado é transpor desafios, ver-me livre, deixar para trás os meus medos. Assegura, no entanto, que está sempre me ajudando, pois é o meu mentor espiritual.
Ele estende a sua mão e me leva novamente naquele jardim do plano espiritual com crianças e fala: - Escolha! (pausa).
Vejo um menino de dois anos, cabelo castanho, encaracolado, e o pego no colo. Pergunto se posso escolher mais uma criança. Ele diz que sim, e vejo agora uma menina loirinha, sentada, ela está um pouco triste... Aproximo-me dela e ela me dá a mão. O menino continua em meu colo. O meu mentor espiritual revela que essas duas crianças serão os meus futuros filhos, e que a menina loirinha virá primeiro. Mas lhe pergunto quem será o pai dessas crianças?
Ele me mostra um homem forte, fala que ele é um anjo encarnado, um guerreiro da luz, e que será o meu futuro marido. Ele usa um bigode, barba, aparenta ser mais velho e mais maduro do que eu.
O meu mentor espiritual diz: - Com ele, você não perderá sua essência, sua liberdade, pois vocês são almas afins, anjos encarnados. Esse homem vai ser para você uma fonte de energia, irá lhe trazer paz e confiança, será atencioso, generoso, querendo sempre o seu bem. Seus relacionamentos afetivos não deram certo até agora porque você sempre teve medo de perder sua liberdade. Mas questiono como vou ter dois filhos se já estou com 40 anos?
Ele me responde:
- Seus dois filhos podem vir com um ano de diferença! (pausa).
Agora ele me mostra grávida, feliz, sorridente, de mãos dadas com aquele homem (nessa terapia, o mentor espiritual do paciente pode lhe mostrar não só uma cena de uma vida passada - regressão de memória, mas também uma cena futura - progressão de memória -, caso julgar que isso é necessário, útil). Pergunte ao seu mentor espiritual se ele tem algo a lhe dizer de sua compulsão alimentar - Peço à paciente.
"Ele me orienta que quando tiver ímpeto, compulsão em comer em demasia, respirar fundo e pedir a Deus e às legiões do bem para me limparem, e que eu volte ao meu equilíbrio. (pausa).
Ele esclarece que quando entro na compulsão alimentar, baixo a minha energia e, guardada a devida proporção, diz que me alimento como aqueles homens primitivos da idade da pedra.
Entretanto, quando sintonizo com a luz, eu me elevo, passo a ter uma fome normal, natural e equilibrada.(pausa). Peço agora para que ele me dê um pouco de energia, pois estou precisando, e me coloca dentro de sua luz. O meu mentor espiritual é bem grande, fico na altura de sua barriga".
- Pergunte-lhe se você terá que voltar a essa terapia - Peço à paciente.
Ele responde: - Vamos ver como você caminha! (pausa).

Mas intuo que ele diz que seria bom eu voltar mais para frente nessa terapia... Agora o meu mentor espiritual está realinhando os meus chacras, o meu campo de energia. Fala que se eu tivesse o mesmo equilíbrio e clareza emocional que ele, iria conseguir fazer sozinha esse realinhamento, isto é, eu me autocuraria. Esclarece que a gente pode expandir, fazer isso de dentro para fora com a nossa própria energia. Esclarece ainda, que a nossa essência, nosso Eu Superior, está no chacra cardíaco, por isso é preciso expandir o núcleo de energia do chacra cardíaco para o resto do corpo. Fala que isso é a verdadeira autocura, e que é uma questão de praticar. Ele sorri, segura as minha mãos, e diz: - Vá em paz porque sempre estarei com você!


Canção da Anne Murray, You Needed me, sucesso na novela Pai Herói (1979), traduzida.

A Prece da Solução - Calunga

A Prece da Solução é crer que tudo já está resolvido. Tudo está Perfeito na vida e no Universo.

Aquilo que faz eu viver, aquilo que põe vontades em mim, a Fonte da Vida quando aparece em mim,
porque Ela tem no Universo todo, soluções para mim. Eu acredito em todas as soluções.

Acredito em todas as saídas. Acredito em toda modificação. Acredito, de coração, que tudo se renova, tudo recomeça, tudo avança, tudo progride, tudo renasce, tudo reforma. Acredito na imensa generosidade do Universo para comigo e para com todos.

Eu Abro, neste instante, as portas da confiança do meu coração à generosidade da Vida. Ao abrir as portas, a luz me aquece e a confiança brota; o resto é ilusão. Tudo vem à mim na medida certa das minhas atitudes; e minha atitude, agora, é de fartura… Abro minhas mãos como quem solta o que prende. Solto o passado que não me serve e o futuro ausente…

Abro minhas mãos para receber, mas abro minhas mãos para deixar ser... Abro minha mente para ouvir, meu coração para sentir, meu colo para receber… Liberto minhas pernas para caminhar, minha garganta para expressar, meus olhos para ver, meus ouvidos para escutar… Liberto minhas costas para não precisar carregar, me liberto do mundo para não me escravizar… Largo este mundo para dominá-lo, não pergunto para entendê-lo, não chamo para alcançá-lo. Meu silêncio é a confiança que tudo é solução.

Meus planos? Eu não penso. No amanhã? Eu não penso
O Universo é o grande pastor de toda ovelha, porque Deus aos homens se assemelha e cria neles a chance, o recomeço e a renovação. Nada falta para nenhum filho, o Eterno Pai concede tudo na medida de cada um. E a minha medida agora é a generosidade com que perdoo o inimigo. O indivíduo que passou por mim e mostrou as minhas intolerâncias, as minhas limitações. Liberto aos outros do julgamento, os críticos do meu lamento, os agressores do meu sofrimento. Liberto dos olhos dos outros, da boca alheia, do palco das mentiras, para ficar na minha verdade interior.

Não sou como todos e não preciso ser. A vida que é para os outros não tem que, necessariamente, ser a minha. Eu não tenho medo. Quero dizer bem claro ao Universo que não tenho medo de ser o único a ser feliz na Terra, a ser muito rico na Terra, a viver na chuva de bençãos constantes. Não tenho medo de ser aquele que não tem medo, não tenho problema de ser aquele que não tem problemas, não tenho vergonha de ser aquele que não tem vergonha, não tenho pudor de ser aquele que não tem pudor. Assim, me permito viver na eterna benção do fluxo constante das portas que eu mesmo abro, sabendo que Deus só faz por mim quando em mim eu planto Deus – a consciência do Bem, a consciência do melhor. Todos os canais para a solução estão abertos porque, na verdade, nunca se fecharam.
Não há problemas. Tudo está certo.

Está certo este momento, esta prece; está certo o que eu como, o que eu falo, o que eu vivo – tudo é benção na minha vida. Eu aceito esta benção como o filho pródigo escolhido recebendo sua recompensa. Aceito a vida no que há de dor e no que há de sabor. Aceito a vida com ou sem amor. Aceito a vida pelo dom que ela é; no que é simpático e antipático, no que é prazer e no que não é. Aceito a vida inteira porque vejo nela a benção em todos os sentidos. O que me falta me ensina daquilo que não tenho, e o que eu tenho me ensina o que é ter as coisas. Tudo me eleva, tudo se mostra, tudo me reconhece; tudo me mostra a mim mesmo e tudo me eleva. Eu estou em Paz. Só o Bem é Real, só o Bem é Verdade. Estou em paz, neste gesto em que abro meus braços da fraternidade e comungo com o Universo de bençãos e de Bem. Neste momento é o que mais me convém.

Tudo é assim porque assim está, porque esse é o ponto onde eu moro, o Universo onde me encontro, na atitude que tomo. A bondade imensa que a Vida me concedeu a liberdade de criar o mundo que eu quiser e de me colocar aonde eu bem entender. Neste instante, eu me coloco no terreno da Paz, da Confiança Plena. Na certeza que tudo que eu quero, que tudo eu tenho, que todo querer é já poder, é já ter. E que, na calma desta confiança, reforço todo Bem daquilo que está, porque tudo já está e tudo está aparecendo na consciência pouco a pouco. Nesta paz que eu fico, eu vou transformar esta Prece da Solução num gesto contínuo na minha vida. Eu vou viver só no AQUI e no AGORA, sem pensar que existe hora, porque o Universo não tem tempo. Porque a Vida é sempre o que eu só posso sentir. A Vida toda é só esta aqui, aquela que eu sinto AGORA. Agora é eterno, Pleno e Real, por isso Eu Sou Eterno, Pleno e Real. Porque Sou Aquele que está além do tempo. Porque Eu Sou a Consciência Viva do próprio Universo.

A Graça é Infinita, O Amor é Invencível - Corpo de DOR, Eckhart Tolle

Do livro O DESPERTAR DE UMA NOVA CONSCIÊNCIA, a obra prima desse autor - GRATIDÃO a ele, por nos mostrar isso de maneira compreensível. No caso da maioria das pessoas, quase todos os pensamentos costumam ser involuntários, automáticos e repetitivos. Não são mais do que uma espécie de estática mental e não satisfazem nenhum propósito verdadeiro. Num sentido estrito, não pensamos - o pensamento acontece em nós.

“Eu penso” é uma afirmação simplesmente tão falsa quanto “eu faço a digestão” ou “eu faço meu sangue circular”. A digestão acontece, a circulação acontece, o pensamento acontece. A voz na nossa cabeça tem vida própria. A maioria de nós está à mercê dela; as pessoas vivem possuídas pelo pensamento, pela mente. E, uma vez que a mente é condicionada pelo passado, então somos forçados a reinterpretá-lo sem parar. O termo oriental para isso é carma. O ego não é apenas a mente não observada, a voz na cabeça que finge ser nós, mas também as emoções não observadas que constituem as reações do corpo ao que essa voz diz. A voz na cabeça conta ao corpo uma história em que ele acredita e à qual reage. Essas reações são as emoções. A voz do ego perturba continuamente o estado natural de bem-estar do ser. Quase todo corpo humano se encontra sob grande tensão e estresse, mas não porque esteja sendo ameaçado por algum fator externo - a ameaça vem da mente. O que é uma emoção negativa? É aquela que é tóxica para o corpo e interfere no seu equilíbrio e funcionamento harmonioso. Medo, ansiedade, raiva, ressentimento, tristeza, rancor ou desgosto intenso, ciúme, inveja- tudo isso perturba o fluxo da energia pelo corpo, afeta o coração, o sistema imunológico, a digestão, a produção de hormônios, e assim por diante.

Até mesmo a medicina tradicional, que ainda sabe muito pouco sobre como o ego funciona, está começando a reconhecer a ligação entre os estados emocionais negativos e as doenças físicas. Uma emoção que prejudica nosso corpo também contamina as pessoas com quem temos contato e, indiretamente, por um processo de reação em cadeia, um incontável número de indivíduos com quem nunca nos encontramos. Existe um termo genérico para todas as emoções negativas: infelicidade. Por causa da tendência humana de perpetuar emoções antigas, quase todo mundo carrega no seu campo energético um acúmulo de antigas dores emocionais, que chamamos de “corpo de dor”.

O “corpo de dor” não consegue digerir um pensamento feliz. Ele só tem capacidade para consumir os pensamentos negativos porque apenas esses são compatíveis com seu próprio campo de energia. Não é que sejamos incapazes de deter o turbilhão de pensamentos negativos- o mais provável é que nos falte vontade de interromper seu curso. Isso acontece porque, nesse ponto, o “corpo de dor” está vivendo por nosso intermédio, fingindo ser nós. E, para ele, a dor é prazer.

Ele devora ansiosamente todos os pensamentos negativos. Nos relacionamentos íntimos, os “corpos de dor” costumam ser espertos o bastante para permanecer discretos até que as duas pessoas comecem a viver juntas e, de preferência, assinem um contrato comprometendo-se a ficar unidas pelo resto da vida. Nós não nos casamos apenas com uma mulher ou com um homem, também nos casamos com o “corpo de dor” dessa pessoa. Pode ser um verdadeiro choque quando- talvez não muito tempo depois de começarmos a viver sob o mesmo teto ou após a lua-de-mel – vemos que nosso parceiro ou nossa parceira está exibindo uma personalidade totalmente diferente. Sua voz se torna mais áspera ou aguda quando nos acusa, nos culpa ou grita conosco, em geral por uma questão de menor importância. A essa altura, podemos nos perguntar se essa é a verdadeira face daquela pessoa – a que nunca tínhamos visto antes- e se cometemos um grande erro quando a escolhemos como companheira. Na realidade, essa não é sua face genuína, apenas o “corpo de dor” que assumiu temporariamente o controle. Seria difícil encontrar um parceiro ou uma parceira que não carregasse um “corpo de dor”, no entanto seria sensato escolher alguém que não tivesse um “corpo de dor” tão denso. O começo da nossa libertação do “corpo de dor” está primeiramente na compreensão de que o temos. É nossa presença consciente que rompe a identificação com o “corpo de dor”. Quando não nos identificamos mais com ele, o “corpo de dor” torna-se incapaz de controlar nossos pensamentos e, assim, não consegue se renovar, pois deixa de se alimentar deles. Na maioria dos casos, ele não se dissipa imediatamente. No entanto, assim que desfazemos sua ligação com nosso pensamento, ele começa a perder energia. A energia que estava presa no “corpo de dor” muda sua freqüência vibracional e é convertida em “presença”.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Ensinamentos de um Preto Velho

Combatendo as “Zicas” do Coração.

Meu filho, com esses olhos, “que a terra não comeu”, pois são olhos espirituais, reais, já vi muita coisa. Algumas boas, outras nem tanto, e mais outras que não vale a pena contar. O que passou, passou mesmo. O que ficou foi a experiência das diversas vidas na carne, aliás, muitas delas, tão iguais e, ao mesmo tempo, tão diferentes. O que ficou foi o aprendizado e o conhecimento de como é o coração dos homens e das mulheres suas emoções e vontades. Aprendi a ler a verdade de cada um, por dentro, lá na toca das coisas que não se falam, e que todos escondem muito bem.

Tem muita zica dentro dos corações, meu rapaz.
É rolo que não acaba mais!

E coração rançoso e rancoroso, você sabe como é que é, está cheio de irmãozinhos das trevas agarrados nele. Eles se alimentam das emoções podres e dos pensamentos maldosos. E a zica é tanta, que só a pessoa rancorosa é que não vê a energia que está perdendo.

Menino de Deus, como os homens e as mulheres sofrem por causa das emoções podres!

Igualzinho ao corpo carnal, que pode apresentar escaras na pele, devido à falta de movimento em alguma área, o corpo espiritual também tem suas escaras astrais. Porém, essas são causadas pelas emoções podres, estagnadas no meio da alma atormentada e sem centro espiritual.

Falta movimento sutil ali! Falta vergonha na cara para acertar o passo!

Muito disso vem de outras vidas, são escaras do passado, de coisas mal-resolvidas, ainda alojadas no corpo espiritual. Mas, muita coisa é de agora mesmo, é coisa podre dos dias atuais. E o mal-cheiro psíquico exalado atrai os espíritos atormentados e atormentadores, que ficam agarrados em penca na aura da pessoa.

Isso é uma tragédia invisível! É uma doença psíquica que amarra os encarnados e impede os desencarnados carentes de seguirem em frente. Nosso Senhor Jesus Cristo avisou muitas vezes sobre isso. Ele disse: “Orai e Vigiai!” – Ele sabia do mal que as emoções podres fazem no ser humano. Todavia, muitos oram de forma egoísta e mecânica, sem coração e sem alma, e outros nem isso fazem, passando ao largo das boas vibrações que poderiam ajudá-los e fortalecê-los. E os que vigiam, raramente se olham por dentro, pois policiam muito mais a vida alheia, e não foi isso que Nosso Senhor ensinou. Meu amigo, tem tanto espírito agarrado nas pessoas, que há horas em que você não sabe mais quem é quem, de tão entranhados que estão. É um fuzuê energético na aura desses infelizes. Ô coisa feia de se ver!

Mas Nosso Senhor é de uma compaixão infinita. Sob o seu comando, legiões de espíritos de luz vêm ajudando os homens nessas lides do invisível. Sem eles, isso aqui já teria ido para o beleléu! São eles que deslindam as ligações psíquicas daninhas e levam os irmãozinhos das trevas para o Espaço, para serem tratados pelos médicos da luz.

Esses irmãos da luz são os verdadeiros anjos da guarda da humanidade. Pena que os homens se esquecem tão facilmente das bênçãos que recebem. Esses guias e benfeitores espirituais são os trabalhadores de Nosso Senhor, não importa a linha espiritual à qual laboram. Sempre agradeça a eles, pela proteção e luz. Todavia, se os guias espirituais ajudam, também é verdade que os homens e mulheres precisam fazer sua parte. Que vigiem e orem, e exorcizem as emoções podres de seus anseios. Que renunciem aos desejos torpes de vinganças. Que esqueçam as ofensas e se dediquem a alguma causa nobre e verdadeira.

Ninguém é vítima do destino! Todos são passíveis de falhas na jornada, como também de atos elevados. E todos são capazes de seguir em frente...

Tem muito coração “zicado” nessa vida dos homens terrestres, e muitos espíritos zangados na cola deles. Ainda bem que, lá da Aruanda, vem aquela luz que ilumina a fé dos filhos que querem a cura do próprio espírito. Como você escreve sobre as coisas do espírito, fale para as pessoas daquela chuva de luz que os guias produzem sobre as cabeças dos filhos que se esforçam na senda da luz e do bem. Aquela luz de Aruanda... Aquele amor que cura o coração.

Fale das egrégoras invisíveis que sustentam os bons pensamentos e os bons ideais, para que muitos outros se liguem a elas e se protejam das vibrações pesadas.

Filho, olhe essa estrela sobre a sua cabeça. É linda e brilhante. Você sabe o significado dela, e sabe quem a enviou para iluminar o seu caminho. Pense que o brilho e a proteção que dela emanam possam ser irradiados para outras pessoas.

Que Oxalá abençoe as pessoas zicadas e as cure do mal que trouxeram para dentro de si mesmas. Que Ele propicie um momento de despertar para elas.

Fique na paz de Nosso Senhor!

Na luz de Aruanda. Na fé!
Pai Joaquim de Aruanda


Aquele preto, tão preto
Co´aquela barba branca, tão preta
E aquele olhar tão meigo
De quem espera ganhar
Um sorriso incolor
Composição: João Ricardo

A Mônada (vídeo: Jan Val Ellam - Projeto Orbum)

Estamos na nossa experiência terrena condicionados ao Eu, um condicionamento necessário à evolução e expansão do Todo. Este condicionamento permite-nos viver e experienciar a vida na Terra como seres individuais, fazendo-nos esquecer um pouco da nossa existência primordial e da nossa ligação ao Todo. Uma das teorias mais interessantes referentes à forma como se dá a ligação ao Todo é a proposta pelo Dr. Joshua David Stone, Ph. D. em psicologia transpessoal, a Teoria das Mónadas, a qual é sustentada pelos ensinamentos de dois dos mestres de Joshua, a britânica Alice Bayley (1880-1949) e o tibetano Djwhal Khul.

Segundo esta teoria, existe uma energia que se designa Mônada que se divide em 12 extensões que se designam Alma. Por sua vez, cada alma divide-se em outras 12 Extensões da Alma que experienciam a densidade, seja na Terra seja em outro plano material; assim sendo, cada um de nós que experiencia a vida na Terra, é uma extensão de uma energia superior designada alma.

Neste vídeo Jan Val Ellam discorre considerações a respeito da existência de diversos níveis existenciais e de percepção, o estágio em que nos encontramos, a natureza de cada um deles, a dimensão de Javé, de seus clones e de todos nós. Somos ou não da mesma matrix da mônada existencial?
Uma mônada é assim constituída por um total de 144 extensões que constantemente partilham experiências entre si, evoluindo e fazendo evoluir cada alma e consequentemente cada mônada. A energia Alma pode também ser vista como a energia que cada vez com mais frequência se conhece como o Eu Superior e a Mônada, na sua ligação com todas as outras mónadas, a energia que normalmente se designa por muitas culturas, como Deus. Esta teoria acende muitas luzes, por exemplo, sobre o mundo dos sonhos. Quando sonhamos, acedemos também às memória e experiências de todas as outras 143 extensões da mónada, mas mais estreitamente às memórias das 11 extensões da alma que pertencemos. Durante um sonho pode ocorrer uma cura ou simplesmente uma das outras extensões, ou mesmo a energia da alma, pode-nos dar informação valorosíssima para a resolução de determinado problema.

Medos e fobias podem até ser aliviados, se a extensão está a passar por momentos demasiado dolorosos e a alma decide que a experiência não está a decorrer de acordo com a experiência pretendida. Normalmente isto acontece através da experiência de sonho que designamos por pesadelo mas que se deve entender como uma experiência necessária para a cura de determinado aspecto em nós próprios. Esta teoria explica também determinadas dores ou efeitos físicos sem causa aparente, que acontecem inexplicavelmente e desaparecem conforme surgiram. Por exemplo, se uma das extensões da Alma está a experienciar uma morte traumática, ou dolorosa fisicamente, essa dor pode ser experienciada, ainda que a um nível subtil, pelas outras 11 extensões da mesma alma, ou mesmo, por todas as outras 132 extensões das outras 11 almas pertencentes à mesma mônada. Esta teoria diz-nos ainda que, quando se entra em processo de regressão, está-se não só a aceder aos nossos registos akáshicos, mas, se necessário, aos registos das outras 143 extensões da mónada, caso por exemplo, se uma experiência doutra extensão influenciou duma forma marcada, a nossa vida atual.

O fato de sentirmos inexplicavelmente que conhecemos uma pessoa à muito tempo, quando a acabámos de conhecer à minutos, explica-se por esta teoria, pois essa pessoa pode simplesmente ser uma das outras 11 extensões da sua alma, com a qual, você partilha as suas experiências e que normalmente na Terra designamos como Alma Gêmea.

Estar na presença de uma das outras 132 extensões das outras 11 almas, pode também fazer aflorar o sentimento de familiaridade. Diz-se que quando duas extensões da mesma alma se juntam numa mesma experiência, se cria uma energia muito forte e que quando os seus propósitos de vida na Terra é a evolução dos aspectos ligados ao corpo espiritual, ambas as extensões evoluem bastante pois a sua ligação é bastante mais estreita. A teoria das mónadas mostra-nos por fim, que somos todos Um, porque todas as mónadas estão também ligadas entre si, evoluindo e trabalhando constantemente para a evolução e expansão do Todo que na Terra designamos por Universo Infinito.

domingo, 12 de fevereiro de 2012

As Energias de Fevereiro 2012 - Jennifer Hoffman (1fev2012)

Nesta semana, nós teremos outro poderoso evento energético que fortalece ainda mais a mudança no mundo, com o Planeta Netuno passando por Peixes. Todos os planetas geracionais: Plutão, Urano e Netuno, mudaram de signos agora, o que concede um novo propósito e apoio para a transformação em que nós, individual e coletivamente, estamos engajados. Na última vez em que Netuno esteve em Peixes, em 1848, foi também o ano em que o espiritismo nasceu (O espiritismo moderno teve seu começo em 1848, na cidade de Hydesville, Estado de Nova Iorque), as teorias de Darwin mudaram a natureza da crença, o trabalho de Marx desafiou a estrutura social e a corrida do ouro na Califórnia, começou. O que mudou em sua vida desde 1998, quando Netuno entrou primeiro em Aquário? Foram algumas ilusões destruídas (isto é o que faz Netuno) e vocês se vêem de forma diferente agora? Que sonhos Netuno irá apoiar e permitir para vocês, agora que ele entra em Peixes, o signo da espiritualidade?

Todos nós estamos experienciando uma profunda necessidade de nos compreendermos de novas formas, enquanto também nos conectamos com os outros – como prova disto, a base dos usuários do Facebook é estimada próximo a 1 bilhão neste ano. Entidades que prometem nos recompensar em troca de assumirem o nosso poder, não são mais atraentes, mas para nos afastarmos deste paradigma é necessário que saibamos, compreendamos e possamos compartilhar os nossos dons e talentos com os outros. Todos nós defendemos a justiça e a igualdade e qualquer instituição que coloque o lucro antes das pessoas, irá atrair a atenção global e fortes exigências para a mudança. Compreendemos que quando alguém sofre, todos nós sofremos.

A partir deste mês seremos desafiados a acreditar em nossos sonhos e em nós mesmos com força suficiente para torná-los a nossa realidade. Janeiro foi um mês para a conclusão e a liberação, enquanto encontramos o nosso espaço nas energias deste ano novo e muito poderoso. Acho que o ano realmente começou com a Lua Nova, em 24 de Janeiro, e todos nós sentimos as transmissões de energia daquela semana, o que nos encorajou a liberarmos ainda mais daquilo que está bloqueando o nosso caminho. Com os bloqueios removidos, teremos uma visão mais perspicaz e penetrante do que nos traz mais alegria. Tudo o que temos a fazer é agir. A energia de Fevereiro será menos intensa em alguns aspectos, ainda que isto exija que nos desafiemos para crescermos em nosso poder e fortalecer a nossa realidade de novas maneiras. Com Marte retrógrado até 14 de Abril, podemos rever a forma como servimos ao mundo, como servos ou no serviço poderoso que expresse os nossos dons ao máximo. O que devemos fazer para nos sentirmos poderosos? A quem damos o nosso poder e como podemos resgatá-lo? Estejam preparados para mais transmissões de energia e de explosões solares, mas as integraremos mais facilmente quando encontrarmos novas maneiras de nos fortalecermos, a nossa realidade e ao mundo. Quem vocês querem que esteja em sua vida e com que grandiosidade estão dispostos a sonhar, é a questão para este mês. Tenham grandiosos sonhos e um mês maravilhoso.

Canalizações e canalizadores - Nelson Martinez Prazeres

No processo de desenvolvimento da consciência ou espiritual, um grande número de distorções, desvios e desequilíbrios, são produzidos pela idéia de que é uma grande conquista canalizar mensagens da Hierarquia ou de Seres Superiores, e que só assim saberemos o que fazer e qual é o caminho verdadeiro.

Quando que, o que é pedido pelos Mestres, é apenas que cada um aprenda antes de tudo, a canalizar a si mesmo, a buscar as intuições e as orientações que nascem na própria Alma, se tornando gradualmente sensível aos seus próprios níveis espirituais e as instruções que verdadeiramente ressoam através deste circuíto hierárquico dentro do si. A diferença de status entre aqueles ditos "canalizadores" e os "não canalizadores", é uma grande bobagem produtora de anseios falsos que desfocam o objetivo. Desenvolve-se até disputas de afirmação de vaidades entre aqueles "capazes" de captar recados de Seres famosos, ou de quem consegue escrever mais páginas "canalizadas" e com maior frequência de conexão. Deste modo, busca-se diferenciação, reconhecimento, galgar posições de liderança, público para preencher os espaços, etc. Afinal, se aquela Hierarquia "falou" com ele, então ele deve ser especial ou mais evoluído. A ilusão de que se pode ter acesso direto a Energias e mensagens superiores, sem antes crescer em consciência dos seus próprios níveis internos, por si só, já vai produzir uma série de anomalias, de fantasias artificiais, de invencionices místicas e o pior, a perda progressiva do discernimento.
Muitos se enganam imaginando estarem espiritualmente avançados, apenas porque já estão canalizando alguma "coisa" do além, de outros mundos ou dimensões. Outros buscam instruções seguras em mensagens autografadas por Seres elevados, e enquanto isto, se perdem das lições de sabedoria do seu próprio coração. As comunicações com os Mundos Ardentes, é quase sempre incompatível com o nível de consciência daqueles que alimentam o desejo de obtê-las, mesmo que seja um desejo inconsciente. O cultivo e a valorização deste caminho feito de acompanhar palavreados decantados de Seres magníficos é um desvio, pois, ao invés de se aspirar a clareza gradual e o discernimento que brotam dos níveis superiores de si mesmo, e mais profundamente do próprio Mestre interno, o que requer grande transformação; busca-se o atalho de estabelecer relações de dependência com entidades mágicas flutuantes, de preferência com nomes bem conhecidos, que pareçam ter vindo de patamares elevados, para trazer "sorte" e instruções de preparo instantâneo ou pré-mastigadas. Estes contatos ou aparições são, na maioria, apenas projeções daqueles seres de outras dimensões, que melhor se ajustaram aos padrões de psiquismo daquela pessoa ou daquele grupo, que cultivou aquele modelo de distorção ou de ambição espiritual. Assim, uma postura ou uma atitude espiritual equivocada, pode provocar ou atrair as mais variadas formas de fantasmas de manifestações que foram válidas em outras épocas, ou de contatos mascarados, com objetivos vazios e de manipulação, muitos contaminados com forças sombrias. Nesta ilusão evolutiva, vários "instrutores canalizadores" ensinam, que a verdadeira entrega necessária para se tornar um canal, implica um certo tipo de emudecimento da mente ou de anulação emocional e física e demonstram que a intuição deles é sempre mais importante que a sua, afinal eles estão canalizando Super-Seres, e o que você poderia acrescentar com a sua pequenina visão? Provavelmente nada, a não ser uma obediência cega, robótica, fanática ou boba.
E eles costumam dizer: "a Hierarquia Fulana está falando isso", "a outra Ciclana está pedindo aquilo", "tal Irmão Maior indicou tal mantra, tal prática ou oração", mas na verdade a Alma deles está apontando para outra coisa, bem mais simples e transformadora, que eles se recusam a ver. E neste orgulho messiânico, passam a desconsiderar todos os alertas de boa vontade, desqualificando-os como críticas destrutivas, desconfianças, fraquezas egoicas, traições, falta de Fé, etc. Assim, eles vão anestesiando a consciência, da incoerência ética que estão praticando, ao tingir as ditas mensagens, com todo tipo de justificativas aos métodos, cheios de segundas intenções, que buscam propagar ou influenciar.

Cada um foi escolhido para desenvolver o seus próprios dons espirituais. Mas, será que estou realmente praticando os meus dons? Será que estou percorrendo a minha curva de liberdade?
Muitos, ao invés de procurar trabalhar internamente, em conformidade com os seus dons crísticos, e, com ajuda da Graça, ir construindo pontes para os níveis de consciência superior, para poderem acessar conhecimentos e energias mais avançados. Buscam, apenas contato com seres que se apresentam como Grandes e prolixos mensageiros, mas que na verdade não tem nada para dizer, a não ser aquelas mesmas coisas hipnóticas de sempre, que confirmam as expectativas daquele padrão de psiquismo individual ou grupal. É como uma pessoa que liga sempre no mesmo horário-canal de TV e já sabe o que vai aparecer e os padrões de emoções que vai sentir, não há nada ali que realmente ajude a despertar, a iluminar ou a ativar o mental superior, não há coerências finas em ressonâncias com o nosso próprio ser, ou seja, a Alma não está sendo verdadeiramente alimentada ou abençoada, e pode até correr o risco de ser vampirizada ou aprisionada durante um tempo. E aqueles, que com sua presença simpática ou curiosa avalizam isto, se tornam cúmplices destes esquemas. Neste sentido muitos querem ser amigos e devotos do Super-homem da TV, de ter as noticias atualizadas das suas aventuras, dos seus poderes, e contar a proteção para os seus medos. Mas realmente não querem se transformar em Super-homens, ou Super-mulheres de verdade, e terem que assumir a voltagem e a responsabilidade que isto acarreta.
Querem apenas milagres superficiais, estudos fáceis, algo que compense as carências, sensações exóticas e garantias de resgate no juízo final; mas sem percorrer pacientemente a trilha interna da Cura profunda e da ativação dos Dons, que são as pétalas da Transfiguração.
A simplicidade de muitas mediunidades astrais, de contatos com recém-desencarnados são muitas vezes mais puras e mais úteis do que a maioria das comunicações com Extra-terrestres, ou Altíssimas Hierarquias e Mestres Ascensos que vemos por aí. Canalizar é apenas uma fidelidade fina, é ir se tornando capaz de sintonizar, de ouvir e de costurar, as sábias revelações que a própria Alma vai mostrando, cada vez claras, coerentes, sintéticas e adequadas para o momento.
E vamos compreendendo a nossa própria força, estilo, e principalmente as profundidades da nossa própria história, e desenvolvendo um olhar cada vez mais amoroso para com o mundo a nossa volta, e não a competência de julgá-lo.

Canalizar não é se tornar uma máquina zerada com mais ou menos precisão de repetição, isto é uma coisa ultrapassada. O que os Mestres buscam, são aqueles capazes de participar de uma transmissão contribuindo com as radiações da sua própria Fonte original, sem que a Hierarquia precise dizer todas as letras e todas as cores: assim o resultado se torna mais vivo, mais original e legítimo, menos carmático. Vejam exemplos entre os artistas autênticos: toda Arte é um tipo de canalização-Luz com nível da Alma ou Causal, e toda Obra-prima é uma canalização-Fogo com o nível Espiritual. E os Anjos e as Hierarquias podem ajudar no processo artístico, mas quem assina a obra é o próprio artista e não a Hierarquia Bach, a Hierarquia da Vinci, ou a Mãe do Mundo. Da mesma maneira que os Anjos não precisam aparecer, os Seres Ardentes se doam anonimamente, e as suas Comunicações estão diluídas na maneira como alcançamos uma nova compreensão, um novo nível de verdade ou de expressão artística de vanguarda. Assim, estes Humildes Seres que nos ajudam a avançar, a entender e a descobrir as essências e os propósitos, quase sempre não assinam os seus Nomes cósmicos nas mensagens. Inclusive para aprendermos a reconhecer a Ardência além da aparência. E mesmo que a inspiração Deles seja determinante numa fala, num texto, ou numa tela, Eles preferem deixar que cada um assine as suas próprias conquistas de revelações, Eles nos tornam autores responsáveis pelas nossas descobertas. Afinal, o que conta é o nosso amadurecimento, e, se a nossa Mônada já habita a Hierarquia, então ela pode falar por si mesma, Eles apenas facilitam esta aproximação. É quando eu canalizo o Eu que a minha Identidade Cósmica aparece. Luz para os seus dons.

Arcanjo Miguel regente 2012 - Consolação Monducci

FALA MIGUEL, aqui sempre aqui.Que a PAZ PERMANEÇA VIVA DENTRO E FORA DE SEU CORAÇÃO. Não existe empecilho maior, que impeça a PAZ, do que a prepotência nos atos de um ser. 2012 será, com certeza, um ANO a mais no calendário desse planeta tão amado por todos os Seres de Luz.

Ó amados filhos da Luz, voltai toda a vossa atenção para o verdadeiro significado da palavra AMOR. É através do AMOR que a humanidade vai superar todos os ciclos normais do seu, natural, processo evolucionário. Nenhum obstáculo será maior do que a falta de consciência desse significado. Por vezes falamos sobre a importância de transformar seus sentimentos. Transformem-se! É dentro de VOCÊS! - Que a MAIOR DE TODAS AS TRANSFORMAÇÕES ACONTECE/ACONTECERÁ. O aspecto mais importante não é buscar fórmulas estratosféricas para, dentro de um microcosmos, encontrarem-se soluções macrocósmicas. Isso não existe. Na simplicidade de um SER TOTALMENTE PURO, está a grande dádiva divina. Linhas e traçados surgem e vocês não alinhavam seus pertences, salvando-os de sua rigidez e prepotência. Sejam mais humildes e tolerantes consigo mesmos. As frequencias, todas elas, estão sim, sendo alteradas para que a humanidade possa alinhar-se em outro padrão vibracional. Vocês, ainda, não tem condições de entender isso; ninguém – nesse planeta pode e deve saber sobre isso agora. Muitos segredos ‘simples’ estão emergindo de suas mentes para serem perfeitamente compreendidos e assimilados e, validados a cada respiração consciente, de que cada ser vivo realiza seu papel sobre esse planeta. Nada pode mudar o curso do puro bem maior para todos. Mas as suas ações, sim. Ações responsáveis em pensamento e atitudes significam uma frequência de luz que se potencializa de acordo com a necessidade individual e coletiva. Somos todos SERES DE LUZ E HARMONIA. E, assim, desejamos ver e conviver com os nossos amados seres em transformação nesse mesmo sistema de consciência. Abram suas mentes e deixe-nos fluir por e através de vocês. Sejam pacientes com seus sentimentos, reflitam sobre eles, e os desvincule das regras e diretrizes básicas lidas em livros ou proferidas em público. Sejam mais confiantes e abertos a tudo que vos chega através desse canal de puro amor e responsabilidade. Estamos aqui e sempre estaremos. Portanto, não fiquem preocupados com ondas supostamente criadas pela sua intenção em destruir o seu mundo – o mundo que não é aquele que vocês querem. Isso não é possível. Fiquem apenas conscientes de que as transformações já acontecem há alguns tantos ciclos que são conhecidos como ano celestial. O Céu com que vocês sonham está abaixo dos seus pés; acima das suas cabeças está o Ser Maior – seu Deus Pai/Mãe. Ele é o seu céu AGORA. Independentemente das suas ações impensadas, revoltas e criticas ELE ai permanece. NOSSA ‘SUGESTÃO’ PARA O PRÓXIMO CICLO É: MANTENHAM-SE ALINHADOS COM A FONTE DE AMOR ABSOLUTO. Não basta, porém, que se dediquem horas a fio em meditação e outros recursos traduzidos por outros seres. O que enfatizamos é claro e absolutamente viável a qualquer ser humano: MANTENHAM-SE ATENTOS À EXISTÊNCIA DO ‘EU SUPERIOR’ – Seu Deus Pai e Mãe, confiável – amoroso e possuidor das informações e experiências que lhes dizem respeito. Nada pode alterar isso. Se as suas frequências estiverem alinhadas nessa conscientização, em pouquíssimo tempo suas vidas tomarão um rumo inimaginável dentro dos seus próprios conceitos de realização. Vocês ainda são limitados pelos conceitos terrestres de crescimento e pela preocupação de estar em outro lugar, e não aqui, a cada momento. Sejam francos consigo mesmos e não desperdicem seus pensamentos e energia especulando situações além da sua própria condição humana. Saibam que, agindo assim, estarão dissipando o que lhes é mais importante: SUA ENERGIA VITAL. Ponderem seus recursos e sejam mais claros e objetivos. Comecem pela auto-análise de seu comportamento interior (pensamentos e sentimentos), em seguida transfiram essa mesma atenção para aquilo que vocês colocam aos outros e vejam o que estão fazendo. Ação gera reação. O que vocês querem gerar em 2012? Criem/recriem o melhor de si mesmos. Eu Miguel, falei e continuarei falando para aqueles que estiverem dispostos e disponíveis a OURVIR A VOZ DE SEUS CORAÇÕES. 2012 e todos os anos que virão estarão sob a guarda e proteção dos Anjos do Criador. Sejam vocês a mais pura manifestação Dele e honrem-se a cada instante de sua existência. Ponderem e considerem suas ações e TRANFORMEM-SE! AJAM! VIVAM E SEJAM GRATOS. FELIZ RENASCER CONSTANTE.

ANO 2012: SABEDORIA é palavra-chave em todas as eras, e não será diferente em 2012. MANTRA PARA 2012: MEU TEMPO É AGORA, EU REALIZO MEUS SONHOS E DESEJOS.
CANALIZAÇÕES - Como podemos ter certeza de que um texto é/foi canalizado? Todos nós, seres humanos, temos capacidade de acessarmos os seres iluminados, prontos a nos ajudar, sempre que recorremos a eles.

Edgard Cayce, o Profeta Dorminhoco, recebia mensagens dos Arcanjos e espíritos evoluídos, quando entrava em transe. Ou seja, ele não permanecia consciente durante as reuniões, precisando de pessoas de sua confiança para transcrever as mensagens. Chico Xavier recebia as mensagens e as escrevia rapidamente. Muitas pessoas, em todo o mundo, realizam transcrições de suas escutas, conscientes ou não. É importante lembrar que, diariamente – a todo instante – estamos sendo orientados pelos anjos e/ou espíritos de Luz. Mas, infelizmente, nossa mente ‘tagarela’, ativa e indisciplinada, boicota essas mensagens. E o curioso é que, na maioria das vezes, estamos pedindo uma orientação ao ‘alto’. E quando a orientação chega, achamos tratar-se apenas de um pensamento alucinado.

Por que isso acontece? São várias as razões, mas, vamos entender de maneira prática.
Mantenha-se ‘presente’ durante todo o tempo.
Evite voltar ao passado ou saltar para o futuro.
Viva aqui e agora.
Perceba-se.

Às vezes, observamos que os textos canalizados e publicados na internet estão repletos de informações importantes, porém, nem sempre compreendidas por todos. Para que essas informações tenham sentido útil e prático na vida de pessoas comuns, assim como você e eu, é necessário – ou, pelo menos, é assim que eu, particularmente, - interpreto -, que possamos aplicar tais informações na nossa vida, no dia a dia. Pois, de nada nos adiantará um texto longo, recheado de palavras, às vezes extremamente exóticas, muitas das quais nem fazem parte do vocabulário diário da maioria das pessoas. Esclareço, com todo o meu respeito pelos canalizadores, que a intenção aqui é dinamizar o entendimento das canalizações, para que todos possam – de fato e de direito – colocar em movimento todas as observações contidas num texto canalizado. Isso é muito fácil de ser comprovado. Infelizmente, hoje, - e a tendência é se agravar -, a maioria das pessoas não consegue encontrar, em sua vida, tempo para ler/estudar, livros afins, textos canalizados e outros. Elas lêem, rapidamente e, logo em seguida querem ‘mais’; como se fossem encontrar no texto seguinte uma fórmula mágica que resolvesse todas as suas dificuldades. Porque isso não existe!

A interpretação de uma mensagem, em minha opinião, fica a critério do canalizador – preservando-se, evidentemente, o conteúdo. Podemos transmitir informações importantíssimas sem criarmos pânico e medo nas pessoas que receberão tais informações. Pânico e medo são agravantes, cujos desdobramentos podem ser irreversíveis para toda a humanidade, e eu não acredito que Deus, os anjos, ou espíritos de luz – que SIMBOLIZAM O AMOR PERFEITO, O AMOR INCONDICIONAL - possam querer isso para os seres humanos. O medo gera pânico e o pânico gera violência. E violência é o que mais encontramos, hoje, por todo o planeta Terra. Uma mensagem canalizada se transforma em informação, que, por sua vez, circula velozmente pela internet, atingindo um número inimaginável de leitores por todo o planeta. E aí, então, acontecem as “interpretações pessoais” e as mensagens podem, até, ser alteradas por interesses mesquinhos, duvidosos, e o que no princípio continha elementos importantes para a humanidade, deixa de cumprir sua função de divulgação de alertas para o bem de todos os envolvidos. Assim, considerando tudo isso, há alguns anos, aprendi com os “Anjos” a sintetizar as mensagens que canalizo de maneira a despertar, nos buscadores espirituais, o interesse mais objetivo. Essa objetividade está intimamente ligada à reflexão dos temas abordados e, de maneira clara, como um indivíduo poderá aplicá-la na sua vida, obtendo resultado condizente com a sua necessidade individual e, principalmente, coletiva. A tecnologia, hoje, nos favorece também nessa jornada. Uma apresentação em Power Point, por exemplo, onde o usuário movimenta livremente a sequência dos slides, facilita a reflexão e o estudo sobre o texto, ficando a seu critério colocá-la, ou não, em funcionamento na sua vida. Ainda na formatação dos PPS, tenho o maior carinho e cuidado ao criar imagens ilustrativas, visando, com isso, valorizar ainda mais as mensagens ali contidas. Ah! Você poderá pensar que o que de fato interessa são as ‘palavras’. Hum! Sim e não. Lembre-se de que somos todos diferentes uns dos outros, apesar de sermos UM. Assim, você reage/responde a uma informação de maneira diferente de outras pessoas, até de seus amigos mais próximos. Então, imagine como as canalizações em textos prolixos, acabam por se perderem, da fonte até o destino. A interpretação de textos, de qualquer natureza, vai depender muito do intérprete - do leitor em especial.
Essa é a minha visão dos contatos e benefícios que podemos incorporar à nossa vida, através das mensagens dos Anjos. Independentemente da sua escolha religiosa, os anjos permanecem de plantão, disponíveis – a todo o momento – para instruir e orientar a todos aqueles que se dispuserem a escutá-los. Quando você receber uma mensagem, avalie a mensagem em todos os níveis e sentidos.
Qual o impacto da mensagem na sua vida? Quando você lê, ou escuta, uma mensagem, qual o pensamento que surge na sua mente logo de imediato?
Ops! “nunca havia pensado isso antes!
Meu Deus, isso parece que foi escrito para mim!

Pode, também, acontecer o seguinte:
Nossa, isso nada tem a ver comigo!
Nessa frase, e em outras também, podem estar contidas inúmeras verdades, pois, em alguns casos, o impacto nos diz:
“olhe para essa situação de outra maneira”, “seja honesto consigo mesmo: reconheça que errou”´, e por aí seguem as deduções. Então, não rejeite nada no primeiro momento. Volte à leitura e tire suas conclusões depois de refletir sobre o impacto das mensagens na sua vida, mesmo que lhe pareça sem sentido. Simples, não é?
Se você, de fato, estiver solicitando orientação, a mensagem estará diretamente ligada à sua pergunta, no momento presente ou, até, um tempo a mais pela frente. E, quando você receber uma mensagem e, depois de lê-la, se sentir desconfortável com o que leu, sugiro que procure na mensagem frases, ou mesmo palavras, que possam sintetizar todo o texto, de forma a deixá-lo compreensível e útil – não só para você mas para todos. Mas, NÃO MODIFIQUE O TEXTO, PRESERVE SUA INTEGRIDADE e, se achar importante para alguém em especial, passe adiante. Muitas vezes, mensagens importantíssimas são ignoradas, exatamente por terem sido extensamente descritas.
O Canalizador recebe a mensagem na íntegra, e, em seguida, precisará interpretá-la (sem modificar sua essência) antes de passá-la adiante. Isso é bom senso, pois, no momento do contato, nossa energia está numa frequência que se modifica quando termina o contato.
Por mais que estejamos conscientes das nossas responsabilidades quando recebemos ‘mensagens canalizadas’, não podemos ignorar os fatores – nossos! – emocionais que, se não observados com rigor e honestidade, interferirão de maneira ostensiva no texto transcrito. Assim, observando esses critérios de comprometimento e honestidade, eu transformo as mensagens que recebo em apresentações do Power Point, para você ler, refletir e, se sentir que a mensagem ‘chega fundo dentro de você”, dê o passo seguinte, que é vivenciar a apresentação e praticá-la no seu dia a dia. Há também apresentações mais extensas, cujo objetivo é a pesquisa e estudos profundos, como são alguns PPS dos Anjos e todos da Huna, divididos em mais de uma apresentação de um mesmo tema. Por isso, peço sempre, a todos que recebem os meus PPS, para não modificá-los, pois eles são o resultado de várias horas de dedicação, comprometimento e responsabilidade com aqueles ‘buscadores espirituais’ que, de fato, desejam caminhar na direção da Luz. E possuem autoria, vinda do plano espiritual.